o sócio
O sócio, de John Grishan, foi publicado pela Rocco em 1997. Segue o estilo do autor, com temática semelhante à de suas outras obras.
8
O verbo HAVER, indicando decurso de tempo, é impessoal e deve permanecer na terceira pessoa do singular. Mas, no que se refere ao tempo verbal, a flexão é obrigatória. Por isso, como a frase está no passado, o verbo deve estar no passado também (Guy estava HAVIA algum tempo num estado de completo estresse).
3
QUANDO pode ser conjunção, advérbio ou pronome relativo e, em regra, refere-se a um determinado momento no tempo. O autor fala sobre fatos simultâneos (sorrir e seguir pelo tráfego intenso), razão por que deveria ter sido utilizada a conjunção ENQUANTO (surpreendeu-se quase sorrindo, enquanto seguia pelo tráfego intenso) – pág. 66.
5
No Brasil, onde o livro foi publicado, homicídio doloso é aquele cometido quando há intenção de matar ou assunção de riscos que levem a tal resultado. Afirmar que homicídio doloso é o cometido na perpetração de outro de outro crime é um equívoco gravíssimo – pág. 76.
4
Por mais que seja comum na linguagem oral a utilização da preposição EM quando se emprega essa expressão, a forma correta e que deve ser observada na linguagem formal ou escrita é estar, falar ou conversar AO telefone. – pág. 93.
10
OFENDIDA diz respeito à pessoa que foi vítima de ofensa. OFENSA é o ato ou efeito de ofender. Nesse caso, o narrador fala em terceira pessoa, e, portanto, “foi obrigado a recorrer a (…) ofensa de todo o tipo de violação de direito” – pág. 95.
2
A mistura de EM VEZ e AO INVÉS não funciona. Considerando a intenção do autor, EM VEZ, que mostra a substituição de uma ideia por outra, seria a expressão apropriada [era para ser um dia glorioso (…). Em vez disso, o escritório local…] – pág. 124.
1
Quando sinônimo de réveillon, Ano-Novo deve ser escrito com iniciais maiúsculas – pág. 164.
11
O verbo CHEGAR, com sentido de movimento, é transitivo indireto e pede a preposição A (chegamos ao portão).
9
BOIADA é uma manada de bois. Quando queremos falar de grande quantia em dinheiro, usamos BOLADA pág. 279.
7
Ao estudarmos análise sintática, aprendemos que oração adjetiva explicativa é aquela que alude a uma particularidade que não modifica a referência ao termo antecedente. Na escrita, a oração adjetiva explicativa é assinalada pelo adequado sinal de pontuação, normalmente entre vírgulas. “Embora convencidos de estarem agindo certo” é explicativa e deveria estar entre vírgulas – pág. 396.
6
A frase “o tribunal estava no meio do prazo foreiro” certamente quer dizer que o tribunal estava no meio do expediente forense (que se refere a foro quando seu significado é circunscrição judiciária). Foreiro diz respeito a foro quando falamos na taxa anual paga ao enfiteuta (ou foreiro), que é o titular de um desdobramento amplo de propriedade – pág. 397.
12
Na linguagem falada, a contração da preposição DE com o artigo A é admissível. No entanto, na modalidade culta formal, recomenda-se escrever ANTES DE – pág. 408.

cropped-header-blog_branco.png

 

 

 

 

2 Comentários

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s